Principal
Especiais
Placar Brasil
Papo de Box
Autódromos
Agenda
Galeria
Wallpapers
Fórmula 1
F-Indy
Fórmula 2
Fórmula 3
Fórmula Renault
Brasil
Stock Car
Endurance
Brasileiro de Marcas
Fórmula Truck
Europa
Estados Unidos
Rali
Kart
Placar Brasil
Memórias Velozes
Outros

Countdown Speed On Line
 
 
 
Sertões: Varela e Macedo vencem pela quinta vez na Super Production
 
Varela/Macedo ficaram atrás apenas dos Touaregs (Foto: Donizetti Castilho/DFotos)
Mitsubishi L200 RS é o melhor carro brasileiro no nono dia. Dupla Reinaldo e Marcão ficou atrás apenas dos temíveis protótipos Touareg que venceram todas as etapas do rali

O melhor entre os mortais. É mais ou menos assim que pode ser descrito o excepcional desempenho da dupla Reinaldo Varela/Marcos Macedo (Mitsubishi/Pirelli/Blindarte) no nono dia de provas da 17ª edição do Rally Internacional dos Sertões. Com o tempo de 2h05min08s10 eles alcançaram a quinta vitória na categoria Super Production e entre os 32 carros ficaram com o quarto lugar na Geral na quinta-feira (02/07), penúltimo dia da competição, atrás apenas dos temíveis três protótipos alemães Volkswagen Touareg, que dominam o rali desde a edição do ano passado.

“Hoje estávamos com bastante vontade de acelerar. Esse ótimo resultado é muito importante para a moral de todos. Agora nós estamos ainda mais animados e motivados para o último dia do rali. Chegar em Natal será a nossa vitória”, aponta o piloto Reinaldo Varela, único brasileiro campeão mundial de rally cross contry, e cinco vezes vencedor do Rally dos Sertões.

Em nove dias de provas, os competidores já passaram por setes Estados brasileiros (Goiás, Tocantins, Bahia, Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte) num total de 4.716 km. O encerramento da prova será nesta sexta-feira (03/7), em Natal (RN). “Estamos dando o máximo e vamos continuar assim até o final. Amanhã vamos andar forte novamente e apesar de todos os desafios impostos por este rali e pela forte concorrência, iremos tentar nossa sexta vitória”, planeja Varela.

Com a quinta vitória na categoria Super Production, Reinaldo Varela e Marcos Macedo venceram mais de 50% das Especiais disputadas nestes nove dias. “Isso mostra que tivemos uma performance muito boa e estivemos sempre competitivos em todo o rali”, conta o navegador Marcão. As outras quatro vitórias foram divididas entre as duplas José Sawaya/André Sawaya (duas vitória), Marcos Cassol/Rodrigo Mello (uma) e Luiz Facco/Silvio Deusdará (uma vitória), que pela regularidade lidera o Rally dos Sertões.

Foi a primeira vez que um veículo da categoria Super Production se colocou como o melhor carro nacional no rali. “Nossa Mitsubishi L200 RS é muito valente, um carro bem desenvolvido. Ficamos muito contentes em termos alcançado este resultado, o que mostra a qualidade desta picape com preparação restrita, e a competência de nossos mecânicos e do chefe de equipe Erley Ayala”, enaltece o piloto da equipe Rally Brasil. Vale lembrar que entre os carros, o rali é dividido entre veículos descaracterizados feitos exclusivamente para competição (Protótipos) e veículos regularmente comercializados no Brasil (Production e Super Production).

O penúltimo dia de provas teve 429 km de percurso entre Juazeiro do Norte (CE) e Caicó (RN), passando pelo Estado da Paraíba. A Especial foi bastante técnica e curta, com apenas 141 km. O trecho teve estradas estreitas e sinuosas, com piso predominante de cascalho, mas com partes onde o solo é de piçarra, areia e muitas pedras. O final foi do tipo Trial, com muitas erosões.

A etapa final do Rally dos Sertões nesta sexta-feira (03/7) será uma das menores, com um percurso de 340 km entre Caicó e Natal (RN). A Especial de 85 km – a menor do rali – de baixa velocidade, começa com estradinhas de areia, muitos mata-burros e trechos bastante sinuosos com pedras grandes. Depois, os competidores entram numa região montanhosa com travessias de barragens, antes de finalizar com partes pesadas e estreitas de Trial. “Vamos tentar concluir o rali da melhor maneira possível e comemorar. Todos os membros da equipe merecem, pois trabalharam arduamente para deixar nosso carro em condições de obter esses bons resultados”, conclui Marcão Macedo.

Ao fim da competição, os aventureiros terão cruzado 5.056 km pelo sertão e cerrado brasileiro no segundo maior rali da América Latina.

Confira os mais rápidos entre os carros no nono dia do Rally dos Sertões:

1) Carlos Sainz/Lucas Cruz (301), 1h55min54s80;
2) Nasser Al-Attiyah/Timo Gottschalk (302), 1h59min57s70;
3) Maurício Neves/Eduardo Bampi (309), 2h03min12s90;
4) Reinaldo Varela/Marcos Macedo (303), 2h05min08s10;
5) José Franciosi/Rafael Capoani (306), 2h06min22s60;
6) Marcos Cassol/Rodrigo Mello (317), 2h10min03s70.

Estes foram os primeiros da nona Especial na categoria Super Production:

1) Reinaldo Varela/Marcos Macedo (303), 2h05min08s70;
2) Marcos Cassol/Rodrigo Mello (317), 2h10min03s70;
3) Augusto Fiergelewski/Carlos Martinatti (340), 2h17min33s20
4) Mauro Schenkenberg Guedes/Corban Costa (327), 2h20min46s20;
5) Luiz Facco/Silvio Deusdará (316), 2h20min56s10;
6) Cleber Rosa/Eduardo Rebouças (329), 2h26min39s10.

A dupla Reinaldo Varela/Marcos Macedo tem patrocínio de Mitsubishi/Pirelli/Blindarte e apoio de Artfix/Borg Warner/Divino Fogão/Electrolux/Itamotors/Temp Clean.
João A. T. Otazu

anterior Índice de notícias próxima
Enviar Imprimir  



Solfesta - Porque bons negócios dependem de uma viagem bem planejada
Alpie Racing

 


© Copyright 1998/2017 Speed On Line. Todos os direitos reservados