Principal
Especiais
Placar Brasil
Papo de Box
Autódromos
Agenda
Galeria
Wallpapers
Fórmula 1
F-Indy
Fórmula 2
Fórmula 3
Fórmula Renault
Brasil
Stock Car
Endurance
Brasileiro de Marcas
Fórmula Truck
Europa
Estados Unidos
Rali
Kart
Placar Brasil
Memórias Velozes
Outros

Countdown Speed On Line
 
 
 
CBA tenta “empurrar” problema para a próxima gestão
 
O print da tela em que a CBA anunciou a premiação (Foto: Reprodução)
Anunciado no dia 4 de maio do ano passado como “o maior prêmio do karismo nacional”, o programa que garantiria ao campeão brasileiro da categoria Sudam de Kart uma temporada completa na Fórmula 3 Brasil em 2017 não passou de mais uma falsa promessa da gestão de Cleyton Pinteiro como presidente da Confederação Brasileira de Automobilismo.

Segundo o plano estruturado pelo departamento de Marketing da CBA comandado pelo ex-piloto Paulo Gomes, quem conquistasse o topo do pódio na prova final da Sudam do Brasileiro de Kart encerrado no Kartódromo Velopark no dia 16 de julho receberia como premiação uma temporada completa da F-3 pela RR Racing, equipe pertencente a Rogério Raucci que vinha atuando na categoria de monopostos desde 2012, sempre correndo pela divisão “Light”.

Naquele 16 de julho, quem garantiu a premiação pelo menos teórica foi o gaúcho Pedro Goulart, que assegurou o direito ao “nada” prometido por Pinteiro depois da desclassificação do paulista Marcel Della Coletta, instantes antes da premiação aos melhores do final de semana.

Começava aí um pesadelo para o gaúcho Pedro Goulart e seu pai Volnei Goulart, já que a RR Racing fechou as portas, e a promessa da administração da CBA virou água.

Em contato telefônico com o Speed On Line, o pai de Pedro, Volney Goulart contou “Desde o ano passado já entrei diversas vezes em contato com a CBA, e na última vez eles prometeram uma solução para o problema até a metade de janeiro”, contou Volnei.

A nova promessa vazia da CBA deixa clara a tentativa do atual presidente de “empurrar o problema com a barriga” por dois motivos fundamentais: em primeiro lugar porque a atual gestão dificilmente tomará alguma providência até as eleições, que serão realizadas dentro de exatos 15 dias (em 20 de janeiro), e, sobretudo, nem o responsável pelo Marketing da entidade e muito menos o presidente retornaram ao dono da equipe PropCar Darcio dos Santos que, ao saber do fechamento da RR Racing ofereceu a estrutura de seu time para que a Confederação pudesse cumprir sua promessa.

"Eu conversei com o Paulão (Paulo Gomes), que me respondeu que quem teria de resolver a questão seria o próximo presidente, e sequer obtive retorno do Cleyton Pinteiro quando o contatei”, contou Darcio Dos Santos, que apesar da inatividade do time por falta de pilotos desde metade da temporada da F-3 Brasil do ano passado mantém toda a estrutura do time. “Como pode uma Confederação Nacional, reconhecida pela FIA fazer um papelão desses? É um absurdo, uma falta de respeito” desabafou Darcio.

Por vias judiciais

Indagado sobre os próximos passos em defesa da continuidade da carreira do filho Volnei Goulart comentou que “caso a CBA não nos dê uma resposta em breve, nós vamos exigir nossos direitos judicialmente”.

O que diz Paulo Gomes

Contatado por telefone, o responsável pelo Marketing da CBA Paulo Gomes disse que procura uma solução para o problema “Nós vamos mudar a premiação para que o piloto possa correr na categoria Principal. Estou procurando uma equipe que aceite colocar seu carro na pista com o orçamento que nós temos, de uns 400, 450 mil reais”, disse, sem deixar claro se nem quando terá uma posição a respeito.
Jorge Kraucher

anterior Índice de notícias próxima
Enviar Imprimir  



Interlagos - um sonho de velocidade
Fórmula Alpie

 


© Copyright 1998/2019 Speed On Line. Todos os direitos reservados