Principal
Especiais
Placar Brasil
Papo de Box
Autódromos
Agenda
Galeria
Wallpapers
Fórmula 1
F-Indy
Fórmula 2
Fórmula 3
Fórmula Renault
Brasil
Stock Car
Endurance
Brasileiro de Marcas
Fórmula Truck
Europa
Estados Unidos
Rali
Kart
Placar Brasil
Memórias Velozes
Outros

Countdown Speed On Line
 
 
 
Irmãos Taylor alcançaram o “3 em 3” no USCC
 
Após Daytona e Sebring, Ricky e Jordan Taylor ganharam em Long Beach (Foto: motorsport.com)
Pilotando o Cadillac numero 10, os irmãos Ricky e Jordan Taylor alcançaram a terceira em três vitórias possíveis no United SportsCar Championship na corrida disputada neste sábado que os filhos do lendário Wayne Taylor fecharam à frente do Nissan #2 de Scott Sharp/Ryan Dalziel e do Mazda #55 de Tristan Nunez/Jonathan Bomarito.

Estreito especialmente no trecho do ”hairpin” que antecede a grande reta dos boxes, o traçado montado nas ruas da badalada Long Beach foi fazendo suas vítimas ao longo da corrida que teve 1 hora e 45 minutos de duração, entre elas o brazuca Christian Fittipaldi, que largou da segunda posição e mantinha um bom ritmo até ser “atropelado” por um carro da classe GT Daytona, o que fez a máquina número 5 acertar com bastante força a parte traseira na barreira de pneus, o que aniquilou qualquer possibilidade de briga por uma boa posição para a dupla que o paulista forma com o português João Barbosa.

Outro acidente foi com o Porsche #911 da dupla Patrick Pilet/Dirk Werner, que com o alemão na pilotagem tocou a lateral traseira do Ford GT #66 do xará e compatriota Dirk Mueller, que acabou ficando atravessado na pista, gerando um congestionamento digno daqueles que acontecem na capital paulistana nos horários de pico.

A remota possibilidade de um carro de outra classe que não a Prototype encabeçar o pelotão acabou se mostrando possível quando a BMW #24 conduzida por Martin Tomczyk liderou por diversas voltas.

Com 30 minutos para a quadriculada Dane Cameron bateu seu Cadillac contra o muro, uma panca frontal tão forte que fez com que o carro #31 que bateu no muro interno fosse deslocado para a proteção externa, onde movimentou alguns dos blocos de contenção construídos em concreto.

Perto do fim, uma batida envolvendo três carros no hairpin fez o Corvette de Antonio Garcia ficar parado no meio da pista bloqueada pelo acidente, o que fez com que o espanhol visse escapar por entre os dedos a chance de vitória na classe “GTLM”, que acabou ficando para o outro piloto da Corvette Racing: Tommy Milner, o companheiro de Jan Magnussen.

Os Taylor ganharam de novo na divisão “P”, enquanto Cooper MacNeil/Gunnar Jeannette fizeram a festa pela GTD ao cruzarem a linha de chegada na frente a bordo de uma Mercedes-AMG GT3.

Veja os resultados completo e parcial usando os links.
Rodrigo Carelli Marques

anterior Índice de notícias próxima
Enviar Imprimir  



Interlagos - um sonho de velocidade
Solfesta - Porque bons negócios dependem de uma viagem bem planejada

 


© Copyright 1998/2017 Speed On Line. Todos os direitos reservados