Principal
Especiais
Placar Brasil
Papo de Box
Autódromos
Agenda
Galeria
Wallpapers
Fórmula 1
F-Indy
Fórmula 2
Fórmula 3
Fórmula Renault
Brasil
Stock Car
Endurance
Brasileiro de Marcas
Fórmula Truck
Europa
Estados Unidos
Rali
Kart
Placar Brasil
Memórias Velozes
Outros

 
 
 
“Atuarizaçô no tá puronta, né”
 
McLaren não marcou nenhum ponto ainda na temporada 2017 (Foto: autosport.com)
Sofrendo há três anos com sua fornecedora de motores, a equipe McLaren está “no limite”, em especial depois que a Honda comunicou que não conseguirá entregar a versão atualizada de seus motores ao time para o GP do Canadá, que acontece neste final de semana no Circuito Gilles Villeneuve.

Zak Brown, diretor executivo da equipe falou que existem "sérias preocupações" com a capacidade da Honda na Fórmula 1. Falando à Reuters, Brown disse que a McLaren não vai mais “entrar num ano como este, com esperanças”.

O executivo disse que “Nossa preferência é ganhar o campeonato mundial com a Honda, mas num determinado momento é necessário avaliar se isso é viável, e nós temos sérias preocupações”, disse.

“Faltam atualizações, e as que foram feitas não estavam ao nível do que nos diziam que iriam atingir. Não se pode esperar tanto tempo para uma reação, nós estamos perto do nosso limite”, falou Zak Brown, que emendou: “Um ano na Fórmula 1 é uma eternidade; três anos são uma década, não há como continuar para sempre", concluiu.

Yusuke Hasegawa, o chefe do programa de motores da Honda para a F1 já havia avisado que seria "muito apertado" o prazo para entregar uma grande atualização dos motores para a prova canadense, e Brown destacou que ainda não ficou claro quanto tempo essas atualizações levarão para acontecer.

“A Honda está trabalhando muito, mas parece meio perdida", disse Brown, segundo quem a McLaren não tem o mínimo interesse em produzir seus próprios motores, o que pode levar o time a retomar o uso de propulsores Mercedes, com quem os executivos já conversaram no começo deste ano.

O executivo concluiu dizendo que os "benefícios comerciais" do contrato de parceria com a Honda foram para o espaço com a perda dos valores que a equipe teria recebido caso tivesse marcado pelo menos alguns pontos no Campeonato de Construtores, o que não aconteceu até agora.
Jorge Kraucher

anterior Índice de notícias próxima
Enviar Imprimir  



Solfesta - Porque bons negócios dependem de uma viagem bem planejada
Alpie Racing

 


© Copyright 1998/2022 Speed On Line. Todos os direitos reservados